Review: Darker Still, Leanna Renee Hieber

Darker StillÉ como se ele chamasse por mim, me obrigando a erguer as mãos e tocar as pinceladas de cor que estavam distribuídas na tela.

Era o mais incrível retrato que eu já havia visto, tudo a respeito de Lord Denbury era inacreditável… E incrivelmente estarrecedor e vivo.

Existia uma razão apra isso. Porque, contra tudo que qualquer um pudesse dizer, Denbury nunca cometeu suicídio. Ele estava vivo. Preso em sua moldura dourada.

Eu cruzei para dentro de seu mundo, de sua pintura, e vi os sonhos que o assombram. Eles me assombram também.

Nós estamos inexplicavelmente ligados, unidos para assistir a escuridão que ronda a iluminada Manhattan. E essa escuridão só poderá ser impedida se eu conseguir libertá-lo.

Murphy is watching you: Academia de Vampiros — O Beijo das Sombras

Eu sei que estou super atrasada, e acho irônico que o primeiro filme que vou resenhar aqui acabou de ser cancelado no Brasil… Mas de qualquer forma eu queria contar pra vocês o que eu achei de Academia de Vampiros. Especialmente pra vocês, já que ontem a Diamond Films anunciou que o filme não será exibido nos cinemas.

Mas antes de falar sobre o filme eu quero contar sobre o Vampire Academy San Francisco Mall Tour, onde eu tive a chance de encontrar e conversar rapidinho com Lucy Fry (Lissa Dragomir), Zoey Deutch (Rose Hathaway), e Dominic Sherwood (Christian Ozera). Quando descobri que eles estariam não muito longe de onde moro, precisei conversar com meus colegas no trabalho pra que eles cobrissem o meu trabalho naquele dia, tirei o dia de folga e segui pra San Francisco. O evento começou às 2 da tarde, com profissionais fazendo cabelo e maquiagem de todo mundo, e logo em seguida tirando fotos numa cadeira super bacana. Eles também tinham alguns acessórios pra fazer as fotos ficarem mais divertidas, como tiaras, colares, brincos e outros. Nem preciso comentar que todas as garotas adoraram se arrumar pra mais tarde, já que as 50 primeiras pessoas na fila receberam o bracelete que dava direito ao Meet & Greet com o elenco.

O elenco chegou no meio de uma comemoração do Ano Novo chinês — pra quem não sabe, temos várias comemorações em toda San Francisco. Nessa comemoração haviam dragões chineses dançando ao ritmo de tambores, e começou bem em frente ao stand onde a Vampire Academy San Francisco Mall Tour estava acontecendo. Depois que a comemoração acabou, o Meet & Greet começou. Eles nos fieram formar uma fila de espera e quando chegava sua vez você se aproximava da mesa e podia conversar com eles e pegar autógrafo em um item — que podia ser um livro que você levou, ou um pôster do filme que eles já tinham separado exclusivamente pra isso. Eles também tiraram uma foto sua com o elenco.

Eu era uma das últimas pessoas na fila e pude conversar com eles por uns minutinhos. Eu contei que sou do Brasil e que minhas amigas no Brasil estavam super animadas pra ver o filme. Os três foram só elogios aos fãs brasileiros, o que foi super bacana. Disseram que os fãs brasileiros são os mais apaixonados, e que eles são super gratos por todo o apoio que receberam dos fãs do Brasil.

Depois de falar com eles e pegar a informação de onde eu podia baixar minha foto com o elenco, eu conversei rapidinho com a pessoa responsável pela organização do evento e do Twitter e página do Facebook do filme. Novamente, ela foi só elogios aos fãs brasileiros, e me agradeceu por ter ido ao evento. Depois de alguns minutos eu descobri que ela havia postado no Twitter uma foto minha enquanto eu conversava com o elenco, o que fez meu Twitter explodir e minhas amigas ficarem histéricas :)

Tradução livre: Para a nossa linda família brasileira Vampire Academy. Zoey, Dom e Lucy contando para uma fã brasileira como vocês são maravilhosos.

O evento foi ótimo e foi super bacana conversar com os três. Toda a equipe foi atenciosa e valeu muito à pena tirar o dia de folga e ir até San Francisco por um dia.

Agora a resenha do filme… Quando eu vi os primeiros trailers do filme que foram divulgados eu fiquei preocupada. A impressão que eles me passaram era de que estavam divulgando o filme como algo do tipo Meninas Malvadas com vampiros. Eu entendo que eles precisavam conquistar novos fãs, e não somente aqueles que leram os livros, mas achei que a estratégia de marketing do filme não foi das melhores. E depois de assistir ao filme o que era impressão virou certeza.

Rose é a nossa narradora, assim como nos livros, e começamos com ela explicando pro espectador sobre Moroi, Strigoi e Dhampirs. Eu acho que foi direto demais, é super na sua cara. Mas acredito que nos filmes dá pra perder tempo, então é assim que a história começa. Para quem leu o livro eu acho que isso não é muito problema, mas tenho certeza que quem nunca ouviu falar nas palavras Moroi, Strigoi e Dhampirs foi informação demais ao mesmo tempo para que algo pudesse ser assimilado.

O filme tem um passo rápido e, obviamente, não segue o livro 100%. Eu sinceramente não consigo apontar todos os momentos que não foram fiéis ao livro, porque faz um tempo já que eu li essa série, e eu não quis reler antes de ir pro cinema porque eu queria aproveitar o filme sem ficar analizando cada cena. E posso te dizer que funcionou, porque eu gostei bastante do que vi.

Academia de Vampiros tem vários momentos engraçados, assim como no livro. Conta a história de duas melhores amigas que fugiram da escola porque sentiram que uma delas estava em perigo. Mesmo que Rose ainda não tenha se tornado oficialmente uma Guardiã, ela sente a necessidade de proteger Lissa, sua melhor amiga e que ela considera ser sua família. Quando as duas são pegas e precisam voltar pra St. Vladimir Academy, elas têm problemas pra se readaptar àquele mundo.

Sim, o filme não é perfeito, tem suas falhas como qualquer outro. Alguns dos efeitos especiais não são dos melhores, e alguns dos atores não pareceram realmente se encaixar nos personagens, na minha opinião. Eu tive dificuldade com a Lissa nos livros — a personagem dela me deixou super irritada — e eu não consegui sentir nada além disso com relação a ela no filme.

Mas eu posso dizer que em geral eu adorei o filme e vou comprá-lo em DVD quando for lançado. Eu só sinto muito, mesmo, por conta da forma como esse filme foi divulgado, e acho que eles pecaram muito com a escolha do dia de lançamento nos Estados Unidos. Eu não acho que o Valentine’s Day era uma boa data, e fiquei um pouco aliviada quando vi que haviam adiantado uma semana. Mas quando cheguei no cinema e vi a fila dando voltas no quarteirão, notei que competir com o filme Lego não foi uma escolha muito inteligente para um filme que não foi muito divulgado e que tem vampiros como tema. Não é preciso muito pra perceber que todo mundo ficou de saco cheio de vampiros depois de Crepúsculo. Eu pude contar 10 pessoas, contando comigo, na sala onde assisti, e era o final de semana de lançamento.

Previously on this month #44

Previously on this month é um post que deveria ser semanal, mas agora será mensal, para falar sobre como foi nossa semana literária. A ideia foi inspirada no meme semanal do blog Lost in Chick Lit, que chama o post de “Essa semana…”.

A little bit late to talk about January, but here it goes!

Lendo:
Guta: Sob a Redoma, Stephen King
Maeva: Ainda não decidi qual será minha próxima leitura.

Li esse mês:

    Guta:

  • Wounded, Jasinda Wilder
  • Teardrop, Lauren Kate
  • The Edge of Always, J.A. Redmerski
  • Sea of Hooks, Lindsay Hill
  • Não pare!, F.M. Pepper
  • The Twisted Tragedy of Natalie Stewart, Leanna Renee Hieber
  • Navigating Early, Clare Vanderpool
  • Dias de Sangue e Estrelas, Laini Taylor
  • A Desconstrução de Mara Dyer, Michelle Hodkin
  • O Último Homem do Mundo, Tais Cortez
  • The Extraordinary Secrets of April, May, & June, Robin Benway
  • Red Glove, Holly Black
  • The Flavours of Love, Dorothy Koomson
  • Sempre, J.M. Darhower
  • World After, Susan Ee
  • Outros livros ainda não lançados podem ser conferidos no Goodreads, assim como as notas da maioria dos lidos.
  • Maeva:

  • Emmi & Leo – A Sétima Onda
  • Requiem, Lauren Oliver
  • Fringe: September’s Notebook, Tara Bennett, Paul Terry, Jeff Pinkner and J. H. Wyman
  • Once Upon a Time — Despertar, Odette Beane
  • No Fundo do Amor, Tera Lynn Childs
  • Um livro pra uma pesquisa

Review: Wounded, Jasinda Wilder

WoundedA guerra levou tudo que era meu. Minha família. Minha casa. Minha inocência. Em um país destruído pela guerra e pela economia em crise, uma jovem órfã tem poucas opções quando se trata de sobrevivência. Por isso, eu faço o que preciso fazer para viver, para comer, e tento não considerar o preço disso na minha alma. Meu coração é vazio, minha existência é brutal.

A única coisa impossível na minha vida é o amor.

E então eu o conheci.

Guerra é o inferno. Esmaga cada pedacinho da alma de um homem para que ele possa fazer o que a guerra precisa que se faça. Você vive com medo, você vive com arrependimentos, você vive com pesadelos. Se você nunca esteve na guerra, jamais compreenderá. A guerra não deixa espaço para o amor, não deixa espaço para carinho ou delicadeza. Você precisa ser duro, fechado e pronto para lutar a cada momento do dia. Perca o fogo por um segundo, e você morre.

E agora a única coisa que pode me salvar é ela.

Murphy is watching you: Grimm

Eu comecei a ver Grimm em 2011, quando a série estreiou no Estados Unidos. No entanto, eu não estava muito certa a respeito do seriado. back No começo eu não gostei muito dos personagens, então custou um pouco pra eu finalmente pegar o ritmo e continuar a assistir. O que também não ajudou foi que a série teve um hiato gigantesco no meio da segunda temporada, então quando voltou a ser exibida eu já tinha esquecido dela. A única coisa boa disso é que quando eu finalmente parei pra ver os episódios perdidos eu tinha vários pra assistir de uma vez.

GrimmGrimm conta a história do Detetive Nick Burkhardt (David Giuntoli), que mora em Portland com a sua namorada, Juliette (Bitsie Tulloch). Quando sua tia Marie (Kate Burton) está prestes a morrer, ela lhe conta que ele é um Grimm, um descendente de uma linha de caçadores que luta contra forças sobrenaturais. Ele começa a ver coisas que não deveriam estar lá: rostos que se transformam em bestas, algo que aparentemente ninguém mais percebe.

Ainda que o nome Grimm talvez faça com que você pense que esse seriado foi inspirado nas histórias dos irmãos Grimm, apenas parte dos episódios dele o são. A maioria, no entanto, não é relacionada. Alguns são sobre contos de fadas que parecem bastante distorcidos, outros são sobre lendas urbanas.

Nick descobre logo que as pessoas que ele está vendo com faces de bestas são wesen, o que significa ser ou em>criatura em alemão. Os Grimms são encarregados de manter o balanço entre a humanidade e os wesen. Não é preciso muito para que percebamos que os Grimms na realidade matam os wesen, razão pela qual os wesen tem pavor de Grimms.

GrimmMas Nick é novo nesse mundo e não consegue ver por que ele deveria sair matando os wesen sem motivo. Obviamente, como um detetive da divisão de homicídios, ele acaba cruzando caminho com alguns wesen que não tem nenhuma boa intenção, mas seu primeiro instinto é de sempre prender os caras malvados, sejam eles wesen ou não. Ele não precisa de muito para descobrir que nem todos os wesen são, de fato, do mal. Alguns, como Monroe (Silas Weir Mitchell), que é um Wieder Blutbad, só estão tentando viver uma vida normal. Monroe acaba ajudando Nick a entender mais sobre esse novo mundo.

Desde a estréia nos Estados Unidos, em Outubro de 2011, Grimm já teve 2 temporadas completas e está atualmente no meio da terceira. As duas primeiras temporadas tiveram, cada, 22 episódios, e 9 da terceira temporada já foram exibidos. No Brasil, é exibida pelos canais pagos Syfy e Universal, e pela Rede Record. Eu não consegui achar informações sobre o Syfy e a Rede Record, mas vi que o canal Universal está passando a tercaira temporada já.

Personagens Principais

Nick Burkhardt

Nick Burkhardt (David Giuntoli)

Nick foi criado por sua tia Marie (Kate Burton) depois que seus pais morreram em um acidente de carro. Ele não sabia que era um Grimm até que sua tia estava prestes a morrer. Desde então, ele tem visto os wesen e é temido pela maioria deles. Ele está apenas tentando encontrar um equilibrio entre o passado bárbaro de seus ancestrais e sua moral e ética como um policial.

Quando o seriado começa, ele está morando com sua namorada, Juliette (Bitsie Tulloch), e planejando pedi-la em casamento.

Hank Griffin

Hank Griffin (Russell Hornsby)

Hank é o parceiro e melhor amigo de Nick. Hank não faz a menor ideia do que Nick está passando ao descobrir que ele é um Grimm, então Nick tem que manter vários segredos de Hank.

Sean Renard

Sean Renard (Sasha Roiz)

Num primeiro momento você vai achar que o Capitão Renard é o chefe de Nick e Hank no Departamento de Polícia de Portland. Mas o Capitão tem seus próprios interesses.

Sean Renard é um wesen, e um nada comum.

Monroe

Monroe (Silas Weir Mitchell)

Monroe é um dos primeiros wesen que Nick vê, quando o detetive está investigando um caso. Eles acabam se tornando amigos e Monroe ajuda Nick a se acostumar com o mundo wesen.

Monroe é um Wieder Blutbad um tipo de wesen conhecido por ser super forte e com uma mordida mortal. Ele segue uma dieta vegana e pratica Pilates, tudo para manter seus instintos de Bluetbad sob controle.

Juliette Silverton

Juliette Silverton (Bitsie Tulloch)

Juliette é a namorada de Nick. Ela é uma veterinária e não faz a menor ideia de que a tia de Nick, Marie, é uma Grimm, ou que Nick também seja um. Antes de morrer, tia Marie aconselha Nick a terminar tudo com Juliette, para a segurança da garota, mas ele obviamente não dá ouvidos à tia.

Rosalee Calvert

Rosalee Calvert (Bree Turner)

Rosalee é introduzida apenas no meio da primeira temporada, quando seu irmão é assassinado. Ela é uma Fuchsbau, e assume a loja de ervas do irmão depois de sua morte.

Assim como Monroe, Rosalee acaba ajudando Nick com o mundo wesen.

Últimos giveaways